Educação

How to Flip Your Classroom | Sala de Aula Invertida

Falar em Beetools é falar em sala de aula invertida, já que a forma inovadora faz parte do nosso conceito desde que eramos apenas uma ideia. Hoje nós já aprendemos muito sobre como tornar aulas interessantes e educativas. Mas afinal o que é isso e como funciona? Estamos aqui para responder essas perguntas. Esse texto é para você que quer entender como funciona uma sala de aula invertida, ou ainda para você que é professor e quer descobrir um pouco mais e começar a usar nas suas aulas.

 

What’s a flipped classroom? | O que é sala de aula invertida?

 

Numa sala de aula convencional o professor é o centro das atenções, o detentor do conhecimento e precisa transferir esse conhecimento aos alunos. Para isso os professores têm de fazer mágica para tornar uma hora de conteúdo em algo interessante, compreensível e que prenda atenção de todos os alunos. É o que chamamos de Sage on the Stage | O sábio no palco, esse método vem da revolução industrial, onde o conteúdo é nivelado em séries (pacotes) de profissionais, com o objetivo de formar o máximo de pessoas no menor tempo possível.

 

 

a sala de aula invertida faz o oposto, ela muda a relação do aluno com o professor. Ao invés de um sábio palestrando, nós temos um guia | guide on a side. O professor passa mais tempo tirando dúvidas, mostrando como resolver problemas e lapidando o conhecimento. Mas quando o professor passa o conhecimento? Antes da aula! O professor introduz o conhecimento através de artigos, textos, vídeos, áudios (enfim qualquer mídia que ache interessante) previamente. Assim, no final de cada aula o aluno é apresentado ao novo conteúdo e recebe o material de apoio. Na aula seguinte o professor vai tirar as dúvidas do conteúdo aprendido.

 

 

 

Sala de aula convencional: Muita explicação minuciosa e transferência de conteúdo, pouca prática.

Sala de aula invertida: Muita prática, pouca explicação. O conteúdo é passado previamente.

 

Ao invés de tentar transferir o conteúdo para o aluno, o professor simplesmente dá o conteúdo ao aluno para que ele tire suas próprias conclusões. A sala de aula invertida não muda tanto o esforço do professor, mas muda o papel do aluno. Antes o aluno era passivo ao processo, dependendo de concentrar-se no professor e tentar absorver o conteúdo. Já na sala de aula invertida, o aluno é ativo no processo, tendo que tirar suas conclusões, estudar o conteúdo e perguntar para tirar suas dúvidas, sendo criativo, dinâmico e interessado (características muito valorizadas no mercado de trabalho). O aluno é o centro das atenções, e não mais o professor. A sala de aula invertida ensina o aluno a encontrar, avaliar e aprender um novo conteúdo de forma mais independente.

 

 

 

 

Flipping your classes. | Invertendo suas aulas

 

Para começar a utilizar o método você deve preparar o conteúdo com antecedência. Primeiramente escolha uma mídia para passar o conhecimento para seus alunos. Tente engajar seus alunos com aquele conteúdo, existem muitos canais de youtube que tem vídeos completos e divertidos, podcasts sobre os mais variados temas que o aluno pode ouvir enquanto está no ônibus e até uma matéria interessante que você tenha encontrado numa revista.

 

 

 

E se não encontrar algo, porque não produzir? Um canal no youtube pode ser produzido com muito pouco (um smartphone é o suficiente). Ou ao invés de apresentar fatos históricos, porque não narrá-los em uma história interessante a qual os alunos podem ler ou até ouvir (faça suas melhores imitações). Enfim, escolha algo que se sinta confortável e prepare-o para ser interessante. Você ainda pode escolher conteúdos de outros professores. Na Beetools nós transferimos o conhecimento através de vídeos e flashcards e não de livros (nós não temos material didático físico, é tudo digital).

 

 

 

Após ter o conteúdo pronto é só dá-lo aos seus alunos como tarefa para casa. No começo pode ser difícil, mas com o tempo mais e mais alunos seguirão o método. Você pode propor alguns exercícios juntamente com esse material, mas seja sucinto, o seu aluno não precisa decorar essa matéria. Agora vem a parte mais legal, a sala de aula. Primeiramente relembre o conteúdo, para levantar os principais pontos (não caia na explicação detalhada). E depois proponha exercícios, promova debates, dinâmicas, traga experimentos e faça muitas perguntas. Você pode obter respostas variadas, mas dê a chance para que todos respondam e evite perguntar se todos entenderam, faça-os demonstrar que entenderam. Se ninguém chegar a uma solução correta, você pode parar por alguns minutos e explicar novamente. Você irá perceber que isso vai acontecer com frequência:

 

 

E assim será sua aula, repleta de alunos falando, dando respostas e criando teorias, ou seja, pensando sobre o assunto. No final da aula, se for introduzir um novo conteúdo, dê mais material de apoio para seus alunos, e aí está, você inverteu sua sala de aula. O processo inicial pode demandar certo trabalho, mas a absorção do conteúdo é certa. Os alunos vão levar a lição de casa mais a sério.

 

 

 

Na Beetools depois de praticar o homework no celular o aluno vai a escola, realiza exercícios (desafios), utiliza realidade virtual para compreender como utilizar aquilo tudo em situações reais e só depois fala com o professor (que tem um relatório completo das principais dificuldades de cada aluno, gerado por inteligência artificial). O professor consegue focar naquilo que o aluno não sabe. Isso torna cada aula na Beetools personalizada para cada aluno. Depois de falar com o professor o aluno é apresentado ao novo conteúdo (que será estudado em casa com o homework app). Nós somos muito orgulhosos de promover essa revolução no ensino e esperamos que você possa participar dela também.

 

 

 

Feito com pela Mentores Digital, soluções para sites, e-commerces em Curitiba e para todos o brasil.
Feito com por Mentores Digital, soluções para sites, e-commerces em Curitiba e todo o Brasil.